logo cha.png

Somos uma empresa

produtora de filmes de

ficção e documentários

para TV e cinema

Criada em 2000 pelas sócias Adelina Pontual e Chica Mendonça, a Chá Cinematográfico realiza projetos de cunho independente e autoral, tanto de ficção como documentários, para TV e cinema. Como uma maneira de estimular a reflexão sobre o país e nosso tempo, o foco na expressão artística de nosso povo também tem sido presente no nosso trabalho. Em 2012 abriram a Chá Cinematográfico de SP Ltda., em São Paulo, que compõe um grupo econômico com a Chá Cinematográfico Ltda, com sede em Pernambuco.

Chá Cinematográfico, produtora

Chica Mendonça

Chica Mendonça é produtora audiovisual, participou da equipe de produção de filmes como Baile Perfumado, de Lírio Ferreira e Paulo Caldas; Cinema, Aspirina e Urubus, de Marcelo Gomes; O Passado, de Hector Babenco; Depois de Ontem, antes de Amanhã, de Christine Liu; Rio Doce / CDU, de Adelina Pontual; Meu Amigo Claudia, de Dácio Pinheiro; Gata Velha Ainda Mia, de Rafael Primot, entre outros. Trabalhou em projetos de documentários para televisão, como as séries Nordeste feito à mãoIndústria Cultural; o documentário O Rei do Carimã, dirigido por Tata Amaral. 

Produziu o episódio A Sinuca e a Espiritualidade, dirigido por Lírio Ferreira e o curta metragem O Poeta Americano do mesmo diretor. Fez direção de produção em filmes como A Luta do Século, de Sergio Machado e Não Devore meu Coração, de Felipe Bragança. Produziu o documentário musical Erlon Chaves: O Maestro do Veneno!, dirigido por Alessandro Gamo e exibido no Canal Curta!

Trabalhou nos curtas metragens O Pedido; Véio; ReTrato, de Adelina Pontual; produziu o curta Por Trás da Pele, de Cristian Cancino. Está desenvolvendo algumas séries, entre elas Cartas da Terra do Futuro; Cantautoras: A Voz das Mulheres. Produziu o último longa-metragem de Lírio Ferreira, Acqua Movie; e desenvolve o primeiro longa-metragem de ficção de Adelina Pontual, Martina e o Skylab. É coprodutora, junto a Misti filmes, do longa documental Direito à Liberdade, a ser dirigido por Marcelo Gomes.

Adelina Pontual, Chá Cinematográfico, produtora

Adelina Pontual

Adelina Pontual é natural de Recife-PE, onde se graduou em Comunicação Social, pela Universidade Federal de Pernambuco. Estudou cinema na Escuela Internacional de Cine y Televisión (EICTV), em Cuba, com especialização em montagem. Realizadora de filmes e documentários para televisão, destacam-se entre seus trabalhos, os curtas Cachaça (1995), O Pedido (1998), Véio (2005) e ReTrato (2012) e o longa metragem documental Rio Doce/CDU (2013). Para TV, as séries Índios no Brasil (Episódios: Potiguaras, Wassu Cocal, Atikuns, Tumbalalá, Pankararus e Kambiwás – TV Cultura, entre outras) Teimosia da Imaginação (Episódio: Véio – Sertão Esculpido na Memória - TAL e TV Cultura. 2012), Cultura do Açúcar (TV Escola. 2010) e Nordeste Feito à Mão (TV Cultura. 2002). Atualmente, desenvolve o roteiro de seu primeiro longa metragem de ficção, Martina o Skylab.